terça-feira, 6 de novembro de 2007

Na casa


Diferenças e semelhanças fazem. Fazem-me. E para elas também. Entender o que está acontecendo na casa. Na casa cabem cinco, porém cinco mundos distintos que se cruzam e se repelem. Elas querem assim, eu quero de outro jeito. Guerra? Não. Silêncio. Infelizmente o silêncio é o melhor caminho. Portas trancadas para as palavras, mas não sou complexa, sou tão fácil. Às vezes, parece que me odeiam, pior, desprezam-me. 3 em 1. Uma solitária. Prefiro assim, a solidão dos meus pensamentos. Não julgo, não acho diferenças, mas a separação é compreensível.
2 de um lado e 1 no outro. E assim é mais fácil. Desculpe-me qualquer coisa.

3 comentários:

Estêvão dos Anjos disse...

Kassandra!!!

Mais um belo texot sobre a dificil tarefa de CONVIVER...eu tbm sou assim as vezes é melhor a solidão...

bju

deliedieck disse...

Lendo o texto, consigo enxergar você.. ^^ Parabéns!

Pequena disse...

Gostei da escolha do palavra "casa". Pode ser aplicada para o ambiente em que vivemos e tem muita relação com a intimidade, com o nosso mundinho particular.

Muito bom mesmo!!!

=*